fbpx

Estudo evidencia a Imunoterapia como alternativa de tratamento para o câncer de mama metastático nos EUA

Com base em um estudo realizado em 2018, o IMpassion130, a FDA, agência norte-americana reguladora de medicamentos, concedeu aprovação acelerada ao novo tratamento indicado para o câncer de mama, potencializado pelo anticorpo monoclonal anti-PD-L1 Atezolizumabe.

Este anticorpo atua como um marcador expresso tanto em células tumorais quanto de nosso sistema imune. Os resultados apresentaram uma redução significativa de aproximadamente 20% nos riscos de morte ou agravamento da doença em pacientes com câncer de mama triplo-negativo PD-L1.

O novo tratamento com o Atezolizumabe traz a imunoterapia como uma alternativa eficaz contra a doença e será testado inicialmente em mulheres com a doença localmente avançada ou em estado metastático.

Ainda que o uso do anticorpo tenha sido aprovado, é preciso mais embasamento para a regularização plena do tratamento imunoterápico – que ainda já está disponível no Brasil, porém, com aplicabilidade vedada para o câncer de mama. A AVFARMA está sempre em busca das últimas notícias relacionadas ao setor farmacêutico e tratamentos oncológicos. Continue nos acompanhando para mais novidades!

Fonte: Manual de Oncologia Clínica do Brasil